Cultura Maker e Acessibilidade andam juntas

A Cultura Maker é uma extensão tecnológica da cultura Faça-Você-Mesmo ou, em inglês, Do-It-Yourself. É uma cultura que valoriza a autonomia, a criatividade e a colaboração, empoderando as pessoas para que se tornem protagonistas em processos de criação e inovação que solucionem suas demandas individuais ou coletivas.

Através de todos os equipamentos e tecnologias disponíveis (e cada vez mais avançadas), a cultura do “faça você mesmo” promove a ideia de que todas as pessoas, podem ser inventoras, criadoras ou fazedorasmakers – e podem construir, consertar, modificar e fabricar os mais diversos tipos de objetos e projetos respondendo às suas vontades, demandas e necessidades.

O movimento maker está reunindo estes criadores e crescendo em todo o mundo com cada vez mais espaços com diferentes finalidades mas dedicados a materializar a cultura maker.

Em São Paulo, a rede Fab Lab LIVRE SP, ajuda a difundir essa cultura e exerce um importante papel de inclusão, já que traz à população da capital a possibilidade de aprender, projetar e  produzir diversos tipos de objetos, e em diferentes escalas, de forma totalmente gratuita.

Os laboratórios da rede Fab Lab LIVRE SP  tem um papel importante na democratização dos espaços públicos e são dedicados à inovação e  educação. Além das oficinas, cursos, palestras e agendamento livre, também é possível realizar visitas técnicas para conhecer melhor os equipamentos e o funcionamento do espaço.

Foi neste contexto que 40 pessoas com deficiência, atendidas pelo CIEJA – Centro Integrado de Educação de Jovens e Adultos visitaram o Fab Lab LIVRE SP Itaquera. A turma foi divida, metade das pessoas tiveram atividades na parte da manhã e a outra metade no período da tarde.

O objetivo da visita foi apresentar o laboratório, explicar as possibilidades que ele oferece e colocar a mão na massa, realizando algumas atividades práticas. A primeira atividade foi a confecção de gravações com o rosto dos alunos, utilizando a máquina de corte a  laser. Cada participante pode levar a ilustração para pintar, posteriormente, em sala de aula. Os alunos também pintaram  porta-copos, confeccionarem filtro dos sonhos e imprimiram um desenho no formato de quebra cabeça.

Além de abordar diálogos sobre a cultura maker e tecnologia, também foi apresentado aos visitantes a metodologia do Emprego Apoiado, uma tecnologia assistiva que apoia pessoas com deficiência na inserção no mercado de trabalho.

As atividades realizadas durante uma visita ao Fab Lab LIVRE SP são diversas e qualquer pessoa ou instituição pode entrar em contato para agendar uma visita técnica ao espaço.

Veja algumas fotos da visita técnica do CIEJA no Fab Lab LIVRE SP – Itaquera.

Montagem com 5 fotos da visita técnica do CEFAI no FAB LAB

Laboratórios de fabricação digital oferecem cursos gratuitos sobre robótica, eletrônica e marcenaria

A rede Fab Lab LIVRE SP, a qual o ITS BRASIL é responsável pela gestão, foi pauta no Jornal Viva Cidade. Confira o texto publicado no dia 14 de setembro de 2018, no caderno Cultura:

O Fab Lab Livre SP, da Prefeitura de São Paulo, é uma das maiores redes de laboratórios públicos de fabricação digital do mundo. Inspirados na filosofia “Faça Você Mesmo”, os Fab Labs são espaços colaborativos e criativos, totalmente gratuitos, onde o cidadão possui acesso livre para desenvolver ideias e projetos. Utilizando tecnologia de ponta, é possível criar quase tudo, de uma pequena escultura a um drone, robô ou prótese.

São mais de 30 tipos de cursos e oficinas regulares sobre temas como modelagem 3D, robótica e marcenaria, eletrônica e fabricação de projetos. Os Fab Labs são dotados de equipamentos avançados como impressoras 3D (impressão de objetos), fresadoras (usada para cortes ou desbastes de madeira, plásticos e isopor), fresadoras de precisão (capazes de produzir placas de circuitos eletrônicos), cortadoras de vinil (permite precisão no corte de adesivos e papéis de gramaturas variadas) e a laser, com precisão milimétrica.

Qualquer cidadão pode participar, basta levar uma ideia ou projeto para qualquer uma das 12 unidades espalhadas pela cidade.

“O foco do programa é na experimentação e no desenvolvimento de projetos criativos. Queremos fomentar a criação de uma rede colaborativa  e ampliar o acesso da população às novas tecnologias”, explica Daniel Annenberg, secretário municipal de Inovação e Tecnologia, pasta que responde pelo programa

O Fab Lab Livre SP tem como objetivos amplificar as potencialidades da cultura maker, fortalecer as abordagens criativas e a aprendizagem ativa, incentivar as pesquisas acadêmicas que fomentam a prototipação e o uso das ferramentas de fabricação digital, assim como gerar oportunidades para o empreendedorismo local.

A programação completa de cursos e oficinas ofertados e endereços das 12 unidades está disponível no site e no Facebook: http://fablablivresp.art.br;

https://www.facebook.com/fablablivresp   

Fonte: Prefeitura de São Paulo

SP Makerweek 2018 – seja parte da cultura digital

SP MakerWeek – São Paulo recebe semana dedica a cultura maker, faça você mesmo!

 

A SP MakerWeek, que é organizada pelo Fab Lab Livre SP,  está em sua segunda edição. A semana acontece entre os dias 26 e 29 de setembro na Vila Itororó. São mais de 100 horas de atividades, que variam entre oficinas, exposições, cineclube, dinâmicas e outras. 
Buscando debater temas como arte e tecnologia, empreendedorismo, educação e transformação social, design thinking e a própria cultura maker, a SP MakerWeek tem as seguintes atrações:
  • painéis sobre ideias e projetos inspiradores;
  • sustentabilidade e cultura maker;
  • oficinas de Arduino;
  • montagem e manutenção de impressoras 3D;
  • cineclube e debate com a exibição do 1º episódio da 3ª temporada da série Black Mirror;
  • dinâmica sobre jogos e educação política
O destaque da semana vai para uma exposição. Serão 24 projetos sobre toda a potencialidade e capacidade de criação e desenvolvimento dentro de laboratórios de fabricação digital.
A nova edição do evento conta com o Digital Kids – espaço exclusivo que permitirá a interação das crianças com o universo da fabricação digital. Nele, estarão disponíveis brinquedos produzidos em impressoras 3D, grafite digital, além de oficinas para estimular a criatividade, o trabalho em equipe, a inventividade e o compartilhamento de ideias.
Para encerrar a semana, no dia 29 de setembro, entre 10h e 18h, um dia inteiro de atividades com direito à mostra maker com cerca de 15 coletivos, espaço para crianças, apresentação de diferentes modelos de drones (dos brinquedos aos de uso profissional para captação de imagens), música experimental e visitas guiadas pela Vila Itororó – Canteiro Aberto.
Acompanhe a programação completa da SP MakerWeek em https://fablablivresp.github.io/spmakerwee
Fab Lab Livre SP
É umas das maiores redes de laboratórios públicos de fabricação digital do mundo, com 12 unidades. Inspirados na filosofia da “cultura maker – faça você mesmo”, os espaços são colaborativos e criativos, totalmente gratuitos, onde o cidadão dispõe de acesso livre para desenvolver ideias e projetos. Criado em 2015, é coordenado pela secretaria municipal de Inovação e Tecnologia e gerido pelo Instituto de Tecnologia Social – ITS BRASIL.
Para mais informações acesse:
**fonte https://www.facebook.com/spmakerweek