Emprego Apoiado – EA – é o nome dado a uma metodologia para inserção no mercado de trabalho de pessoas com deficiência: física; visual; auditiva; intelectual; múltipla; Síndrome de Down e paralisia cerebral. Aplicável, também, para vítimas de violência doméstica, ex-tóxico dependentes e pessoas desempregadas de longa duração. Surgiu nos EUA na década de 80, e vem contribuindo para a inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho. O EA rompe as barreiras criadas pelos modelos tradicionais, que concebiam as pessoas com deficiência como incapazes, dependentes e inaptas para o mercado de trabalho.

Esta Metodologia assegura que as pessoas com deficiência tenham condições de participar e contribuir ativamente na sociedade. Promove acesso ao que antes lhes era negado: emprego competitivo, educação, lazer, utilização de transportes e participação social.

Adotamos a definição da Associação Europeia de Emprego Apoiado (EUSE), que descreve a metodologia do EA da seguinte forma:

“Conjunto de ações de assessoria, orientação e acompanhamento personalizado, dentro e fora do local de trabalho, realizadas por preparadores laborais e profissionais especializados, que tem por objetivo conseguir que a pessoa com deficiência encontre e mantenha um emprego remunerado em empresas do mercado formal de trabalho, nas mesmas condições que o resto dos trabalhadores que desempenham funções equivalentes.”

Projetos de Emprego Apoiado

Desenvolvemos projetos de Empregabilidade de Pessoas com Deficiência através da Metodologia do EA. Estes projetos são vinculados ao PRONAS/PCD – Programa Nacional de Apoio à Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência, do Ministério da Saúde do Governo Federal.

Os dois projetos iniciais foram formulados para o município de São Paulo. O primeiro teve seu período de execução de 2015 a 2017 e o projeto vigente teve início em 2016 e terá término em 2018. Para sua execução, foi estabelecida uma parceria com a Prefeitura Municipal de São Paulo e suas secretarias afins, especialmente a Secretaria da Saúde e a Secretaria da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Urbana.

Em 2017 encerramos o primeiro projeto iniciado em 2015 em São Paulo. Com uma equipe de 7 técnicos de Emprego Apoiado, capacitados pelo ITS BRASIL, conseguimos inserir 183 pessoas no mercado de trabalho.

A partir dos resultados do projeto, lançamos duas publicações:
– Emprego Apoiado e Qualidade de Vida: Como se faz? Esta publicação trata da metodologia do Emprego Apoiado aplicada pelo ITS BRASIL.

– Emprego Apoiado abrindo portas: Esta publicação traz 21 casos exemplares de inserções no mercado de trabalho, os resultados obtidos e os instrumentos de avaliação.

Vimos pelas avaliações qualitativas aplicadas que as pessoas inseridas neste primeiro projeto se mostraram satisfeitas, ou muito satisfeitas, principalmente com as condições de trabalho do seu novo emprego, a relação com os líderes e com seus novos companheiros.

A inclusão no mercado de trabalho é a forma mais digna de assegurar a inclusão social da pessoa com deficiência. O processo de inserção no mercado de trabalho é feito respeitando suas potencialidades, seus direitos e aumentando a sua autoestima. É o que a metodologia do Emprego Apoiado busca garantir.

Em 2018 iniciamos dois novos projetos de Emprego Apoiado, em Santo André, São Bernardo e Mauá e em Cubatão e Guarujá.

Voltar

Capa do eBook
Preencha seus dados para receber o nosso eBook de Introdução à Metodologia do Emprego Apoiado!