O que é?

O Programa Meu Emprego – Trabalho Inclusivo é uma iniciativa do Governo do Estado de São Paulo que visa promover a inclusão, permanência e desenvolvimento profissional da pessoa com deficiência no mercado de trabalho. Além disso, apoia empresas na contratação e retenção destes profissionais, beneficiando tanto candidatos quanto empresas.

O Polo de Empregabilidade Inclusivo (PEI) Centro é uma ação que integra o programa Meu Emprego Trabalho Inclusivo, e é executada pelo ITS BRASIL sob a gestão da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD).

*ATENÇÃO: Devido à pandemia da Covid-19, os atendimentos presenciais foram suspensos e estão sendo realizados exclusivamente na modalidade à distância. 

Como funciona?

Os serviços prestados são gratuitos, sem nenhum custo para o cidadão ou para a empresa. O atendimento é baseado na metodologia do Emprego Apoiado, método que reúne ações de assessoria, orientação, treinamento e acompanhamento personalizado dentro e fora do local de trabalho, realizado por uma equipe técnica especializada.

Os candidatos devem inscrever-se no site do programa, para depois terem uma entrevista agendada no PEI. Durante a entrevista, são registrados os dados pessoais, expectativas, competências, e é aplicado um ferramental de levantamento da qualidade de vida do indivíduo. Com base nesta conversa, os técnicos constroem o perfil do candidato e traçam um plano estratégico de atendimento. Orientam desde questões como apresentação, asseio, adaptação ao itinerário para chegar ao trabalho, até na emissão de documentos, como por exemplo, a Carteira de Trabalho.

As empresas também podem inscrever-se pelo site do programa. Com elas, nossa equipe realiza ações como: contatos, visitas, sensibilizações e apoio contínuo. Todas essas ações visam incluir essas empresas como parceiras do programa, fornecendo a elas todo o apoio técnico para a acessibilização do posto de trabalho às pessoas com deficiência.

As empresas parceiras que aderem ao programa disponibilizam as vagas e em seguida os técnicos apresentam a elas os perfis dos candidatos, com foco em suas habilidades e competências. A deficiência fica em segundo plano.

Os técnicos acompanham todo o processo seletivo até a inserção dos candidatos. O tempo de acompanhamento após a contratação, no período de adaptação, varia caso a caso. Experiências anteriores mostram que este apoio pode durar semanas ou até mesmo poucos dias.

Após seis meses de inserção, aplica-se novamente o instrumento sobre qualidade de vida, visando entender o impacto da inserção no trabalho na vida do profissional contratado.

Como participar?

Para participar, cidadãos ou empresas devem fazer suas inscrições no endereço: http://www.trabalhoinclusivo.com.br/

Estamos disponíveis para tirar dúvidas prontamente, entre em contato pelos canais:

Candidatos

 Empresas