Projeto Marisqueiras – Fundipesca


Parceria na geração de renda e melhoria de vida no litoral da Bahia.
Há três décadas a Fundação Para o Desenvolvimento de Comunidades Pesqueiras Artesanais (Fundipesca) mantém projetos em Salvador, na região metropolitana, no recôncavo baiano e no litoral norte da Bahia. A instituição foi fundada pelo padre jesuita, Francisco Javier Barturen Lopes, nascido no País Basco (ES), naturalizado brasileiro.
Seguindo sua filosofia, a instituição tem como missão desenvolver em comunidades carentes de agricultores e pescadores artesanais os setores sociais e de educação, saúde, trabalho, renda e meio ambiente.
O Projeto Marisqueiras, no Subúrbio Ferroviário de Salvador, especificamente para a colônia de pescadores “Z-67”, foi desenvolvido em parceria com o ITS BRASIL e beneficia as comunidades de Tubarão, Escada, Gameleira, Periperi, Tororo e Paripe. O projeto contribui para a geração de condições para a obtenção de emprego e renda na mariscagem, atividade que é desenvolvida majoritariamente pelas mulheres, em geral chefes de família, mas nem sempre reconhecida como atividade de pesca.
A parceria com o ITS BRASIL incluiu a doação de vinte canoas construídas pela Fundipesca. Foram fabricadas em fibra de vidro e demais compostos químicos, com bordas de madeira e compartimento de proa. Dezenove delas eram a remo e uma a motor de rabeta. O projeto incluiu a capacitação de 15 mulheres para a manutenção das referidas canoas e manejo adequado dos mariscos, desde a captura até a comercialização. Tendo ainda como meta a identificação dos problemas do processo produtivo e debate sobre soluções práticas para uma melhor qualidade de vida das comunidades envolvidas.

Voltar