Direitos Humanos e Mediação de Conflitos


Logotipo dos cursos à distância. As figuras humanas se justapõe à imagem de aves brancas, formando uma figura só e as duas imagens em separado, ao se diferenciar o fundo colorido da figura branca. Lê-se: Direitos Humanos Mediação de Conflitos;

Direitos Humanos Mediação de Conflitos

Ninguém nasce preconceituoso – as pessoas é que aprendem a ser preconceituosas ou violentas, em casa ou na comunidade onde vivem. Da mesma maneira, as pessoas podem ser educadas a enxergar o mundo sem preconceitos e de forma pacifista. Essa é uma das ideias centrais por trás deste curso e dos direitos humanos.

O curso Direitos humanos e mediação de conflitos foi preparado para ajudar pessoas de movimentos sociais e da sociedade civil organizada a entender melhor como a ideia de “direitos humanos” é importante para mudar a situação de desigualdade e intolerância que vigora em muitos níveis da sociedade brasileira. A mediação popular de conflitos é uma maneira de enxergar os problemas sociais de forma construtiva. Através dela, se buscam alternativas por meio do diálogo e do respeito aos direitos humanos.

O curso foi oferecido virtualmente três vezes, em 2008, 2009 e 2010. Participaram milhares de pessoas de todo o Brasil e de outros 57 países distribuídas em mais de 200 cidades.

“De fato, a convivência humana é cheia de conflitos e, muitas vezes, eles podem levar a atos de desespero, intolerância, violência e uma sensação de incapacidade para solucionar os problemas que afetam as pessoas naquilo que é mais fundamental a elas. Conhecer os direitos humanos e estar preparado para buscar soluções para os conflitos que podem ser mediados, com base no diálogo, respeito, tolerância e solidariedade, são ferramentas poderosas de cidadania.”

Voltar