Fab Lab público e participação comunitária

No bairro de Heliópolis, Zona Sul de São Paulo, o projeto Fab Lab Livre SP vem propondo, em parceria com a comunidade, o desenvolvimento de projetos que procuram impactar positivamente o cotidiano de todos. Um exemplo é o projeto intitulado Espaço Zen, que vem sendo desenvolvido há alguns meses no cotidiano do laboratório.

A proposta de Espaço Zen está sendo projetada e construída de maneira coletiva e colaborativa entre coordenadores do CEU Heliópolis, lideranças e moradores do bairro, além da equipe do Fab Lab Livre SP. O projeto visa criar um espaço de convivência e lazer que possa ser usado por todos, valorizando o convívio e o espaço do CEU Heliópolis já desde a etapa de construção, com as novas relações criadas neste processo.

Conheça mais sobre o projeto no blog do Fab Lab Livre SP:
fablablivresp.art.br/unidades/ceu-heliopolis/blog/fab-lab-publico-e-participacao-comunitaria

São Paulo é primeira colocada no Mayors Challenge 2016

290 cidades da América Latina participaram da competição Mayors Challenge, mantida pela Bloomberg Philantropies. Destas, 5 saíram finalistas e a cidade de São Paulo ficou em primeiro lugar.

Todos os anos, a competição convida centenas de cidades de uma nova região para definir um problema relevante e desenvolver ideias para solucioná-lo. As cidades enviam uma inscrição inicial com sua ideia para melhorar a forma como o governo trabalha e afetar positivamente a vida dos cidadãos. Em uma segunda etapa, cidades selecionadas seguem como finalistas e recebem orientações e apoio de especialistas para evoluir sua ideia.

Os finalistas competem por premiações de milhões de dólares para ajudá-los a colocar em prática sua ideia e participar de uma rede de inovações para obter inspiração e apoio. As ideias apoiadas pelo prêmio podem, além de melhorar a vida de seus cidadãos, também inspirar mudanças em cidades que enfrentam problemas semelhantes.

O projeto da cidade de São Paulo consiste no uso de tecnologia para fortalecer a “cadeia de valor” da agricultura local, promovendo o uso sustentável das terras e oportunidades de trabalho ao criar uma plataforma digital de troca entre a produção familiar e o consumidor local. Através da tecnologia social, o projeto prevê a melhoria das condições de vida das famílias produtoras (com dificuldade de comercializar seus produtos) e da cidade como um todo, ao trabalhar com a ocupação urbana.

“Criar cadeias de valor na cidade é como ligar os pontos. Percebemos que com a tecnologia é possível atender aos elos de ligação que faltam na cadeia de produção alimentar local.”

Leia mais sobre o projeto no site da Mayors Challenge:
http://mayorschallenge.bloomberg.org/ideas/sao-paulo/?lang=pt-br

Mostra Mundo MCTI

Até o próximo domingo (4), das 9h às 17h, a exposição fica aberta no Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade.
Trata-se de mostra com 25 estandes dos os institutos do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). A intenção é mostrar a ciência em sua aplicação cotidiana e despertar o interesse de crianças e adultos.

Seguem o link oficial do Ministério e link da agência Brasil para mais detalhes do evento:

http://www.mcti.gov.br/noticia/-/asset_publisher/epbV0pr6eIS0/content/exposicao-mundo-mctic-ajuda-a-despertar-o-interesse-das-criancas-e-jovens-pela-ciencia;jsessionid=1A2F0691119ACDBF272DFBF78BFB8CE9.columba

http://agenciabrasil.ebc.com.br/pesquisa-e-inovacao/foto/2016-11/brasilia-sedia-mostra-mundo-mctic

Secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do MCTIC, Alvaro Prata reafirma ao G20 prioridade brasileira de “perseguir a inovação”.

No dia 11 de novembro, em Pequim, no encontro do G20, o secretário colocou a inovação como “componente imprescindível para o nosso desenvolvimento econômico e social do Brasil” e também falou das políticas adotadas para a inovação e o empreendedorismo.

A notícia pode ser lida na íntegra no site do Ministério de Ciência, Tecnologia Inovação e Comunicações:
https://goo.gl/BjmZzu

Biomodelos e inovações tecnológicas trazem avanços no campo da saúde e medicina.

As inovações tecnológicas podem ser muito úteis no avanço de pesquisas de saúde e já estão sendo incorporadas em alguns segmentos da medicina.

A tecnologia da Impressão 3D está sendo empregada em diversos avanços no campo da saúde e medicina. A empresa Bio Architects, com sede em São Paulo, produz biomodelos – réplicas em dimensões reais do corpo do paciente a partir dos exames de imagem – que auxiliam na preparação de cirurgias e estudo de procedimentos a serem realizados.
Afirmam que os biomodelos garantem “para o médico, maior precisão, melhor planejamento e até 40% de redução no tempo do procedimento. Para o paciente, menor risco no procedimento, menor carga de anestesia, menor dose de radiação, menor possibilidade de contaminação.”.

Leia Mais no site da empresa:
http://bioarchitects.com/bioarchitects-biomodelos-sao-novo-paradigma-na-medicina/?lang=pt-br

Outras tecnologias e sua viabilização estão relatadas nesta matéria da Folha de São Paulo:
http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/11/1831520-venda-de-celula-e-replica-de-orgao-em-impressora-3d-vira-negocio.shtml

Fab Lab Livre SP participa da SP Tech Week

Notícia compartilhada do blog do Fab Lab Livre SP:
http://fablablivresp.art.br/unidades/blog/fab-lab-livre-sp-participa-da-sp-tech-week

Nesta semana, a Rede Pública de Fab Labs da Prefeitura de São Paulo, a maior rede pública (e gratuita) de Fab Labs do mundo, participa da São Paulo Tech Week com atividades voltadas ao público maker, que, pelo desenvolvimento de habilidades individuais e tecnologias, faz do compartilhamento um caminho de construção de um futuro inovador e inclusivo para todos.

Nossas atividades que integram a SPTW vão até dia 12 de novembro.

Estamos também na seleção de atividades para ” ficar de olho” do blog Faça você mesma.
Confira aqui a programação completa do festival: http://www.saopaulotechweek.com/10

Tecnologia wi-fi ajuda a reverter paralisia em macacos

Reportagem da BBC traz novidades no tratamento da paralisia com uso de tecnologia wi-fi.

Pesquisadores conseguiram fazer com que macacos que sofriam de paralisia devido a lesões na espinha pudessem retomar o movimento em uma das pernas com o uso de um dispositivo wireless implantado no cérebro.

Os testes foram feitos no Instituto Federal de Tecnologia da Suíça, em pesquisa conduzida em macacos rhesus e pode ser testada em humanos ainda nesta década, de acordo com os cientistas.

Leia a notícia da BBC:
http://www.bbc.com/portuguese/geral-37941667

Leia Mais na publicação da Nature:
http://www.nature.com/nature/journal/v539/n7628/full/nature20118.html

Os utensílios acessíveis de Amélia

No Fab Lab CEU Três Pontes temos usuários que se destacam não só por suas criações, como também pelo seu engajamento em inspirar outras pessoas com ideias, projetos e atitudes. Entre essas pessoas, temos uma moradora do Jardim Romano que se chama Amélia.

Leia Mais no blog do Fab Lab Livre SP:
http://fablablivresp.art.br/unidades/ceu-tres-pontes/blog/os-utensilios-acessiveis-de-amelia​01

Galera do “Estúdio E” visita Espaço São Luís

No dia 15 de setembro, o Espaço São Luís recebeu a galera do Estúdio E, que participou de uma sensibilização sobre o projeto do Fab Lab Livre SP no laboratório do Espaço São Luís.

Leia Mais no blog do Fab Lab Livre SP:
http://fablablivresp.art.br/unidades/espaco-sao-luis/blog/galera-do-estudio-e-visita-espaco-sao-luis

Huggies usa impressora 3D para ajudar gestantes com deficiência visual a “verem” seus bebês​.

por Amanda de Almeida da B9

Há alguns anos, as mamães mais ansiosas ganharam no ultrassom 3D um grande aliado para conseguirem visualizar a carinha de seus bebês ainda no útero, durante a gestação. Para as gestantes portadoras de deficiência visual, entretanto, tudo continuava igual e elas só conseguiriam conhecer o rosto de seus filhos após o nascimento.

Leia mais no link abaixo:
http://www.b9.com.br/57515/advertising/huggies-usa-impressora-3d-para-ajudar-gestantes-com-deficiencia-visual-a-verem-seus-bebes/