Laboratórios de fabricação digital oferecem cursos gratuitos sobre robótica, eletrônica e marcenaria

A rede Fab Lab LIVRE SP, a qual o ITS BRASIL é responsável pela gestão, foi pauta no Jornal Viva Cidade. Confira o texto publicado no dia 14 de setembro de 2018, no caderno Cultura:

O Fab Lab Livre SP, da Prefeitura de São Paulo, é uma das maiores redes de laboratórios públicos de fabricação digital do mundo. Inspirados na filosofia “Faça Você Mesmo”, os Fab Labs são espaços colaborativos e criativos, totalmente gratuitos, onde o cidadão possui acesso livre para desenvolver ideias e projetos. Utilizando tecnologia de ponta, é possível criar quase tudo, de uma pequena escultura a um drone, robô ou prótese.

São mais de 30 tipos de cursos e oficinas regulares sobre temas como modelagem 3D, robótica e marcenaria, eletrônica e fabricação de projetos. Os Fab Labs são dotados de equipamentos avançados como impressoras 3D (impressão de objetos), fresadoras (usada para cortes ou desbastes de madeira, plásticos e isopor), fresadoras de precisão (capazes de produzir placas de circuitos eletrônicos), cortadoras de vinil (permite precisão no corte de adesivos e papéis de gramaturas variadas) e a laser, com precisão milimétrica.

Qualquer cidadão pode participar, basta levar uma ideia ou projeto para qualquer uma das 12 unidades espalhadas pela cidade.

“O foco do programa é na experimentação e no desenvolvimento de projetos criativos. Queremos fomentar a criação de uma rede colaborativa  e ampliar o acesso da população às novas tecnologias”, explica Daniel Annenberg, secretário municipal de Inovação e Tecnologia, pasta que responde pelo programa

O Fab Lab Livre SP tem como objetivos amplificar as potencialidades da cultura maker, fortalecer as abordagens criativas e a aprendizagem ativa, incentivar as pesquisas acadêmicas que fomentam a prototipação e o uso das ferramentas de fabricação digital, assim como gerar oportunidades para o empreendedorismo local.

A programação completa de cursos e oficinas ofertados e endereços das 12 unidades está disponível no site e no Facebook: http://fablablivresp.art.br;

https://www.facebook.com/fablablivresp   

Fonte: Prefeitura de São Paulo

30 Anos da Constituição Federal

No dia 05 de outubro de 1988, o Brasil saiu do regime militar para a democracia. Foram 20 meses de debates entre os constituintes e os cidadãos até que a Constituição Brasileira fosse finalizada.

O ITS BRASIL faz parte dessa história através de uma de suas fundadoras, a constituinte Irma Passoni.

A OAB São Paulo aproveitou a ocasião para homenagear os constituintes e reforçar a importância da Constituição para a Democracia Brasileira.

Confira na íntegra como foi o evento:

 

Conheça a história da Constituição através do infográfico preparado pela Câmara, disponível em:  http://www.camara.gov.br/internet/agencia/infograficos-html5/constituinte/index.html

O ITS BRASIL conta com a sua doação!

O Instituto de Tecnologia Social – ITS BRASIL é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) com a missão de utilizar o Conhecimento, a Ciência e a Tecnologia na busca de soluções para os problemas sociais. Nossa visão é ser referência em tecnologia social através da construção e aplicação de soluções inovadoras para as necessidades do mundo atual.

Atualmente dois projetos são desenvolvidos pelo instituto, um em Emprego Apoiado, financiado pela lei PRONAS e outro em Cultura Maker – Fab Lab LIVRE SP, financiado pela Prefeitura Municipal de São Paulo.

Mas, nenhum dos dois projetos possui verba destinada para contribuir na manutenção do ITS BRASIL.

A verba dos projetos é destinada apenas para execução dos mesmos, ou seja, contratação de funcionários que atuam diretamente nos projetos, compra de materiais e equipamentos específicos e com uso exclusivo para o interesse destes. O valor recebido é rigorosamente utilizado dentro do plano de trabalho já previsto nos editais.

Isso significa que o ITS BRASIL não recebe verba pública para manutenção de sede, treinamento e desenvolvimento do quadro de pessoal e obrigações fiscais. O Instituto de Tecnologia Social depende de DOAÇÃO para custear:

  • obrigações jurídicas
  • obrigações contábeis
  • treinamento, qualificação, plano de carreira da equipe de colaboradores
  • compra de equipamentos
  • manutenção da infraestrutura
  • contas de luz e água
  • limpeza e higiene
  • compra de mobiliário
  • participação em eventos do terceiro setor

Dentre outros gastos que nem sempre podem ser previstos.

Garantir o pagamento de todos os gastos e a sustentabilidade do Instituto de Tecnologia Social é fundamental para dar continuidade aos projetos e ações de inclusão social, garantindo a presença progressiva do desenvolvimento e das transformações sociais.

Acreditando na expansão da cultura de doações no Brasil uma das formas de captação de recursos para o ITS BRASIL é através da doação de pessoas físicas ou jurídicas.

Agora possuímos mais uma forma de você poder contribuir com ITS BRASIL, sem gastar nada! O ITS BRASIL é parceiro do O Polen, uma plataforma que transforma sua compra online de passagens aéreas, eletroeletrônicos, livros e vários outros itens em doação.

Como funciona?

Sempre que você fizer uma compra online utilizando O Polen, uma comissão de venda das lojas é transformada em doação para o Instituto de Tecnologia Social – ITS BRASIL, assim, você não paga nenhuma taxa extra, quem doa é a própria loja! É bom dizer que a compra fica em sigilo e segurança, seus dados não são compartilhados com O Polen e nem com o ITS BRASIL.

Como ajudar?

É simples! Ative o aplicativo no navegador Chrome do seu computador apenas uma vez e sempre que você for comprar, o aplicativo te lembra de apoiar. Você também pode acessar a loja online que deseja realizar compras através da nossa página, dessa forma você pode contribuir do celular, tablet ou computador.

Conheça nossa página no O Polen e comece a ajudar agora mesmo! https://opolen.com.br/its-brasil

SP Makerweek 2018 – seja parte da cultura digital

SP MakerWeek – São Paulo recebe semana dedica a cultura maker, faça você mesmo!

 

A SP MakerWeek, que é organizada pelo Fab Lab Livre SP,  está em sua segunda edição. A semana acontece entre os dias 26 e 29 de setembro na Vila Itororó. São mais de 100 horas de atividades, que variam entre oficinas, exposições, cineclube, dinâmicas e outras. 
Buscando debater temas como arte e tecnologia, empreendedorismo, educação e transformação social, design thinking e a própria cultura maker, a SP MakerWeek tem as seguintes atrações:
  • painéis sobre ideias e projetos inspiradores;
  • sustentabilidade e cultura maker;
  • oficinas de Arduino;
  • montagem e manutenção de impressoras 3D;
  • cineclube e debate com a exibição do 1º episódio da 3ª temporada da série Black Mirror;
  • dinâmica sobre jogos e educação política
O destaque da semana vai para uma exposição. Serão 24 projetos sobre toda a potencialidade e capacidade de criação e desenvolvimento dentro de laboratórios de fabricação digital.
A nova edição do evento conta com o Digital Kids – espaço exclusivo que permitirá a interação das crianças com o universo da fabricação digital. Nele, estarão disponíveis brinquedos produzidos em impressoras 3D, grafite digital, além de oficinas para estimular a criatividade, o trabalho em equipe, a inventividade e o compartilhamento de ideias.
Para encerrar a semana, no dia 29 de setembro, entre 10h e 18h, um dia inteiro de atividades com direito à mostra maker com cerca de 15 coletivos, espaço para crianças, apresentação de diferentes modelos de drones (dos brinquedos aos de uso profissional para captação de imagens), música experimental e visitas guiadas pela Vila Itororó – Canteiro Aberto.
Acompanhe a programação completa da SP MakerWeek em https://fablablivresp.github.io/spmakerwee
Fab Lab Livre SP
É umas das maiores redes de laboratórios públicos de fabricação digital do mundo, com 12 unidades. Inspirados na filosofia da “cultura maker – faça você mesmo”, os espaços são colaborativos e criativos, totalmente gratuitos, onde o cidadão dispõe de acesso livre para desenvolver ideias e projetos. Criado em 2015, é coordenado pela secretaria municipal de Inovação e Tecnologia e gerido pelo Instituto de Tecnologia Social – ITS BRASIL.
Para mais informações acesse:
**fonte https://www.facebook.com/spmakerweek

Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência

No dia 21 de setembro é comemorado o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, reforçando as reivindicações para construção de uma sociedade mais inclusiva.

A escolha da data ocorreu em 1982 durante um Encontro Nacional que reuniu várias entidades de movimentos sociais ligados a causa da pessoa com deficiência. Mas, foi apenas em 2005 que o dia 21 de setembro foi oficializado como Dia Nacional de Luta de Pessoa com Deficiência, através da Lei nº 11.133.

A data foi selecionada por remeter ao início da primavera, estação de renascimento das plantas.  Simbolicamente representa a renovação da luta em prol da inclusão, da participação plena, da cidadania e protagonismo da pessoa com deficiência.

De acordo com o Censo 2010 do IBGE, cerca de 45 milhões de brasileiros apresenta algum tipo de deficiência, podendo variar entre física, auditiva, mental, visual ou múltipla. Aproximadamente um quarto da população nacional enfrenta barreiras arquitetônicas, comunicacionais e principalmente atitudinais, diariamente.

A luta tem sido fundamental para conquistar direitos e melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiência. O Ministério de Educação e Cultura (MEC) afirmou que o acesso de pessoas com deficiência às escolas aumentou 381% entre 2003 e 2014. Já no esporte, 287 atletas paraolímpicos competiram na Paralimpíada Rio 2016, alcançando 67% mais medalhas do que na edição anterior, em Londres.

Para que os resultados positivos fossem crescentes, diversos direitos foram alcançados, como a dedução do Imposto de Renda para pessoas com deficiência (isenção do desconto e ressarcimento de valores descontados na fonte), a normatização das condições de acessibilidade, o reconhecimento da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) para surdos e a lei de cotas, que reserva de 2% a 5% de vagas para pessoas com deficiência em empresas que tenham a partir de 100 empregados.

O ITS BRASIL E A LUTA DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

Ao longo de sua trajetória, o Instituto de Tecnologia Social – ITS BRASIL vem desenvolvendo diversos projetos e programas relacionados a acessibilidade, tecnologia assistiva, direitos da pessoa com deficiência e a metodologia do Emprego Apoiado.

Alguns dos projetos desenvolvidos pelo Instituto de Tecnologia Social – ITS BRASIL originaram publicações que fortalecem a luta das pessoas com deficiência e auxiliam na transformação dos ambientes para que sejam mais acessíveis, tais como:

  • Pesquisa Nacional de Tecnologia Assistiva
  • Tecnologia Assistiva nas Escolas
  • Tecnologia Assistiva e adequação de postos de trabalho para pessoas com deficiência: como se faz?
  • Tecnologia Assistiva e Acessibilidade: como se faz?
  • Emprego Apoiado e Qualidade de Vida: como se faz?
  • 100 Projetos de Emprego Apoiado

Em 2015 o ITS BRASIL passou a executar projetos em Emprego Apoiado , metodologia para inserção de pessoas com deficiência no mercado formal de trabalho. Esta é, comprovadamente, responsável por romper as barreiras criadas pelos modelos tradicionais, que concebiam as pessoas com deficiência como incapazes, dependentes e inaptas para o mercado de trabalho.

No ano passado o ITS BRASIL aproveitou a data para lançar o livro Emprego Apoiado Abrindo Portas. O livro é composto por casos de inserções realizadas pelo Instituto e dos resultados alcançados pelo projeto no período de 2015/2016.

Neste dia 21 de setembro, o ITS BRASIL reafirma o seu comprometimento em trabalhar pela inclusão e igualdade de direitos, bem como sua participação na Luta da Pessoa com Deficiência.

Emprego Apoiado e Qualidade de Vida

O ITS BRASIL foi convidado para participar da série de artigos organizados pelo blog Vencer Limites sobre inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho e o emprego apoiado. Confira o texto escrito por Irma Passoni e Jesus Carlos Garcia (uma das fundadoras e gestor de projetos do Instituto de Tecnologia Social ITS BRASIL) publicado pelo blog. 

A humanidade tem assistido nos últimos anos a uma verdadeira revolução na concepção sobre a deficiência, devida principalmente à mobilização social das pessoas com deficiência e à convergência de diferentes pesquisas científicas nas áreas de psicologia, sociologia, bioética e outras disciplinas.

A referência maior de tipo conceitual e normativo para todas as políticas públicas relacionadas com a deficiência é o conceito expresso na Convenção da ONU

“Pessoas com deficiência são aquelas que têm impedimentos de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, os quais, em interação com diversas barreiras, podem obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas.” (Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, Brasília, 2012).

De acordo com essa definição, a deficiência nada mais é do que uma situação injusta e muito mal resolvida sobre a participação das pessoas com deficiência em todos os âmbitos da sociedade, devido às barreiras sociais e não a um atributo ou característica pessoal. Assim, a deficiência é fruto da inadaptação da sociedade diante de pessoas com impedimentos e diversidade funcional. Isto é, a causa da deficiência não se encontra na pessoa, nem nos impedimentos (cegueira, paraplegia, síndrome de down, etc.)  que ela tenha, mas na sociedade que coloca barreiras ou obstruções para sua plena participação.

Em consequência, entende-se a deficiência como uma responsabilidade social compartilhada. Nessa concepção, o principal destaque deve ser dado à perspectiva dos direitos, e, em consequência, as pessoas com deficiência não devem ser vistas como pessoas defeituosas, imperfeitas ou incapazes, mas como pessoas em plenitude humana e, por tanto, como sujeitos possuidores de direitos que precisam ser implementados.

Ao encontro desse conceito e discussões foi criada, a mais de 30 anos nos Estados Unidos, a metodologia do Emprego Apoiado (EA). Com o objetivo de melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiência por meio da realização de trabalho com apoio. Esta metodologia busca contribuir na transformação de pessoas segregadas e dependentes em autônomas e socialmente participativas, capazes de controlar e dirigir a sua própria vida, realizando-se como seres em projeto que são, iguais às demais pessoas e junto a elas.

Em síntese, pode-se dizer que o Emprego Apoiado é uma tecnologia social que integra um conjunto de ações de assessoria, orientação, formação e acompanhamento personalizado, dentro e fora do local de trabalho, realizadas por profissionais especializados.

Gráfico mostra os diversos instrumentos de apoio à pessoa com deficiência no trabalho desde a fase anterior à contratação até a participação diária desse funcionário na empresa.
Metodologia do Emprego Apoiado

Seu objetivo é conseguir que pessoas com deficiência e outros coletivos em situação de exclusão social encontrem e mantenham um emprego remunerado em empresas do mercado formal de trabalho, ou através de outras formas de geração de trabalho e renda, nas mesmas condições que o resto das pessoas que desempenham funções equivalentes.

É importante destacar que o EA não se caracteriza por ações assistencialistas ou altruístas, mas pelo profissionalismo e o respeito à legislação trabalhista; ou seja, o empregador deve estar satisfeito com a qualidade e produtividade do trabalho desempenhado pelo empregado, assim como este último o deve estar com a função exercida e as condições de trabalho, as quais deverão ocorrer em situação de igualdade em relação aos seus companheiros.

A relação do trabalho com a qualidade de vida é ambivalente, isto é, depende das condições em que ele é realizado. Condições sociais degradantes, jornadas excessivas, inadequação ergonômica, ritmo intensivo, monotonia, pressão psicológica, arrocho salarial, ambiente de insalubridade, assédio, precariedade, etc., são causantes de todo tipo de doenças, sofrimentos, mal-estares e alienação. De outro lado, o trabalho realizado em condições adequadas é valorizado como fonte de realização humana, de emancipação pessoal, de independência econômica, de integração social, de exercício de um direito humano básico, de satisfação emocional e de qualidade de vida.

Neste sentido é possível destacar como benefícios do Emprego Apoiado a saída da situação do desemprego, sobre tudo do desemprego de longa duração, a adequação entre a vocação e o perfil profissional da pessoa com deficiência e as características do posto de trabalho e da função a ser desempenhada, realizada pela metodologia do Emprego Apoiado,  a livre escolha do trabalho e o auxílio na remoção de barreiras.

Estes benefícios influenciam diretamente na qualidade de vida da pessoa com deficiência, estimulando sua autonomia, reduzindo o estresse causado pelas tensões existentes entre as exigências ou demandas do trabalho e aumentando o índice de retenção da pessoa com deficiência no mercado de trabalho.

Os depoimentos das pessoas beneficiadas pela metodologia do Emprego Apoiado refletem e demonstram todos estes benefícios:

“Eu tinha muita dificuldade de conseguir um serviço de acordo com minha capacidade física. Trabalho atualmente como eletricista e exerço a função em nível de igualdade junto aos meus companheiros de trabalho. Estou muito feliz e confiante, estou me aperfeiçoando na minha área e estudando. Tenho só a agradecer ao programa de Emprego Apoiado e às pessoas que me ajudaram. Me sinto cada dia mais motivado. Obrigado a vocês do ITS BRASIL, e continuem inserindo pessoas e mudando vidas”. Elvis Eudes Pelozatto, profissional com deficiência física, contratado por empresa parceira do ITS BRASIL, em 2016.

Todas essas evidências nos encorajam a expressar a conveniência de implantar o Emprego Apoiado como parte de uma ampla Política Pública de Apoio à Saúde a nível nacional. A contribuição do Emprego Apoiado para a melhora da saúde e qualidade de vida das pessoas com deficiência é importante e desejável.

Confira a publicação no blog Vencer Limites no link: https://brasil.estadao.com.br/blogs/vencer-limites/emprego-apoiado-e-qualidade-de-vida-para-a-pessoa-com-deficiencia/

 

Irma Passoni e o Ato Contra a Carestia

Irma Passoni, uma das fundadoras do ITS BRASIL teve participação ativa no Ato Contra a Carestia,que completou no último dia 27 de agosto, 40 anos de história.

Este Ato foi organizado pelo Movimento Custo de Vida (MCV) e levou mais de 20 mil pessoas a comparecerem na Praça da Sé (SP) para protestar contra a política econômica defendida pelo governo de Ernesto Geisel (1974-1979), que culminava em miséria para grande parte da população brasileira.

As Comunidades Eclesiais de Base da Igreja Católica apoiaram a organização dos Clubes de Mães da Zona Sul, na periferia de São Paulo, que foram o berço do movimento Custo de Vida.

Irma Passoni concedeu entrevista ao portal Tutaméia, contando suas lembranças do Movimento, e falando sobre lutas que permanecem atuais em nossa sociedade.

“Ir à praça da Sé no dia 27 de agosto de 1978 foi uma decisão de coragem, de cidadania e de risco. Havia muito medo, as pessoas eram ameaçadas o tempo todo: vai ter bomba, vai ter cavalaria, vocês vão ser presos. Mesmo com essas ameaças, as pessoas resolveram ir” (Irma Passoni)

A entrevista pode ser conferida na íntegra acessando link: http://tutameia.jor.br/ato-contra-a-carestia-40/

Atualmente, Irma Passoni atua como Relações Institucionais do ITS BRASIL, que vem desenvolvendo importantes projetos na cultura maker e na luta da pessoa com deficiência.

I Semana Municipal da Primeira Infância tem participação do Fab Lab LIVRE SP

A Prefeitura Municipal de São Paulo está promovendo a I Semana Municipal da Primeira Infância, entre os dias 01 e 07 de agosto, com o intuito de valorizar e chamar a atenção para os cuidados necessários durante a primeira infância.

A primeira infância consiste do nascimento até a criança completar 6 anos. De acordo com estudos, os cuidados, estímulos, interações e experiências neste período são levados para o resto da vida, formando as características cerebrais presentes em adultos e influenciando comportamentos.

Pensando na importância deste momento na vida das crianças e das pessoas que estão ao seu redor, a rede municipal de laboratórios digitais geridos pelo ITS BRASIL, Fab Lab LIVRE SP, também está participando da I Semana Municipal da Primeira Infância.

As atividades abordam diferentes temáticas do universo dos laboratórios digitais, como sua intersecção com o meio ambiente, com as artes e a própria cultura colaborativa do movimento maker. As crianças e seus acompanhantes terão a oportunidade de experimentar o contato com a natureza, com ferramentas produzidas no FabLab, e com o processo de criação e construção em si. Sempre refletindo sobre o futuro das próximas gerações e a importância das experiências criativas para crianças e adultos.

Serão 3 atividades pensadas para integrar crianças (de 0 a 6 anos) e seus acompanhantes. 

MEIO AMBIENTE EDUCAÇÃO INFANTIL
04/08 – 09h às 12h
Fab Lab e Telecentro São Joaquim Guarapiranga (Rua Bacabinha, 280 – Jardim São Joaquim)
Além de conscientizar sobre a importância do cuidado do meio ambiente hoje para o futuro, a atividade irá instigar os futuros donos do planeta a terem conhecimento de que um mundo mais verde é igual a “mais vida”. Incluindo também atividades práticas como plantio de flores e verduras, reciclagem de pet’s, pinturas e muito mais. Ferramentas produzidas no Fab Lab LIVRE SP também serão exploradas, como reavivamento da grade de parede e irrigação automática.

OFICINA DE CARIMBOS PARA AS CRIANÇAS
04/08 – 09h às 12h
Fab Lab Chácara do Jóckey (Rua Santa Crescencia, 323 – Butantã)
As crianças poderão usar os carimbos prontos para criar composições geométricas, desenhos de personagem e soltar a criatividade. A atividade  envolve a impressão de carimbos usando a máquina de corte a laser e borracha de silicone.

PRIMEIROS PASSOS NA CULTURA MAKER
07/08 – 14h às 17h
Descomplica de São Miguel (Rua Dona Ana Flora Pinheiro de Sousa, 76 – Vila Jacui)
A atividade propõe uma dinâmica para apresentar as ferramentas e técnicas iniciais para adentrar o universo criativo dos laboratórios de fabricação digital e da cultura colaborativa do movimento maker.

 

Fundo branco com textura em cinza e detalhes em laranja, amarelo e vermelho no canto inferior direito. Escrito em amarelo #SEMANA DA PRIMEIRA INFÂNCIA, deguido do texto em cinza com a programação resumida.

Emprego Apoiado: inscrições para curso a distância estão abertas!

O ITS BRASIL trabalha com inserção da pessoa com deficiência no mercado de trabalho, através da metodologia do Emprego Apoiado desde 2015. Nesse período, cerca de 900 pessoas com deficiência já foram inseridas no mercado formal de trabalho.

Emprego Apoiado,  metodologia que possibilitou esse resultado, surgiu nos EUA na década de 80, rompendo as barreiras criadas pelos modelos tradicionais, que concebiam as pessoas com deficiência como incapazes, dependentes e inaptas para o mercado de trabalho. Ela assegura que as pessoas com deficiência tenham condições de participar e contribuir ativamente na sociedade. Bem como, promove acesso ao que antes lhes era negado: emprego competitivo, educação, lazer, utilização de transportes e participação social.

O ITS BRASIL adota a definição da Associação Europeia de Emprego Apoiado (EUSE – http://www.euse.org/ ), que descreve a metodologia do EA da seguinte forma:

“Conjunto de ações de assessoria, orientação e acompanhamento personalizado, dentro e fora do local de trabalho, realizadas por preparadores laborais e profissionais especializados, que tem por objetivo conseguir que a pessoa com deficiência encontre e mantenha um emprego remunerado em empresas do mercado formal de trabalho, nas mesmas condições que o resto dos trabalhadores que desempenham funções equivalentes.”

Os resultados notadamente positivos da aplicação dessa metodologia vêm se propagando no mercado e na sociedade de maneira crescente. Por isso, o ITS BRASIL se propôs a fazer um curso e criar uma equipe para compartilhar essa tecnologia com o propósito de capacitar mais profissionais a serviço da inserção das pessoas com deficiência no mercado de trabalho e na sociedade.

Neste curso o(a) participante terá a oportunidade de compreender a metodologia do Emprego Apoiado, aprofundar como se procede para sua implantação, conhecer sobre como realizar o encaminhamento de pessoas com deficiência para o mercado de trabalho, identificando suas potencialidades, realizando sua preparação, a inserção e o acompanhamento da pessoa até a sua autonomia.

Essa experiência será através da plataforma on-line de ensino e da possibilidade de visitas técnicas ao ITS BRASIL. Ao longo do curso, será realizado webinar para compartilhamento de experiências e com tempo dedicado às dúvidas dos alunos, além de atividades com acompanhamento de um tutor. Os alunos receberão um livro contendo os módulos do curso e certificado de conclusão de 120 horas.Todos poderão agendar uma visita – opcional – para conhecer a metodologia na prática junto à equipe do ITS BRASIL.

As atividades acontecem em 12 semanas, de setembro até dezembro. As vagas são limitadas e as inscrições já estão abertas no site do ITS BRASIL: http://itsbrasil.org.br/ead-ea/

Lei de cotas completa 27 anos

Aconteceu hoje em São Paulo o evento de celebração dos 27 anos da Lei de Cotas. Anselmo e Suellen, técnicos do projeto Emprego Apoiado do ITS BRASIL, estiverem presentes na celebração, que contou com apresentações artísticas e com a presença do INSS orientando a população sobre os benefícios e direitos previdenciários das pessoas com deficiência.

O evento coordenado pela Câmara Paulista para Inclusão da Pessoa com Deficiência para o Mercado de Trabalho Formal, em parceira com diversas instituições, já acontece há mais de 11 anos, reunindo cerca de 500 pessoas. O objetivo é conscientizar e sensibilizar sobre a importância da inclusão profissional e do trabalho decente para as pessoas com deficiência.

A Lei de Cotas (confira a Lei Federal nº 8.213/1991, artigo 93 clicando em http://www.planalto.gov.br/Ccivil_03/Leis/L8213cons.htm) tem papel fundamental no combate à discriminação da pessoa com deficiência. Apesar disso, de acordo com os dados da RAIS 2016, apenas 418 mil profissionais estão empregados. Representando menos de 1% dos empregos formais existentes no país. O Estado de São Paulo possui pouco mais de 120 mil vagas preenchidas, sendo a unidade federativa que mais inclui pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

O ITS BRASIL, através da atuação em Emprego Apoiado tem contribuído para a empregabilidade da pessoa com deficiência nas cidades de São Paulo, Santo André, São Bernardo, Mauá, Cubatão e Guarujá. Desde o início de sua atuação foram inseridos no mercado formal de trabalho mais de 800 pessoas de vários tipos de deficiência, em diversos cargos e empresas.

Conheça mais sobre a metodologia de Emprego Apoiado e o trabalho realizado pelo ITS BRASIL através do link http://itsbrasil.org.br/experiencias/projetos/pronas-emprego-apoiado/.

Confira algumas fotos do evento

Palco com pessoas vestidas de preto fazendo alguns gestos.
Apresentação artística durante o evento.
Palco com pessoas tocando instrumentos.
Apresentação artística durante o evento.
Suellen e Anselmo, técnicos do ITS BRASIL, com Kátia (ao meio), responsável pelo RH da loja Riachuelo do Shopping Metro Itaquera.
Suellen e Anselmo, técnicos de Emprego Apoiado do ITS BRASIL, com Kátia (ao meio), responsável pelo RH da loja Riachuelo do Shopping Metro Itaquera.
Suellen, ténica do ITS BRASIL, acompanhada de Leandro ao seu lado direito. Do seu lado esquerdo está José Augusto e seu irmão na ponto. Ambos atendidos pelo Emprego Apoiado, empregados na RIACHUELO - Shopping Metrô Itaquera
Suellen, ténica de Emprego Apoiado do ITS BRASIL, acompanhada de Leandro ao seu lado direito. Do seu lado esquerdo está José Augusto e seu irmão na ponta. Ambos atendidos pelo projeto Emprego Apoiado, funcionários da Riachuelo – Shopping Metrô Itaquera
Anselmo, Cremilda do Sindicato dos Comerciários de São Paulo, Andréa Goldberg da Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão de Osasco e Suellen
Anselmo, Cremilda do Sindicato dos Comerciários de São Paulo, Andréa Goldberg da Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão de Osasco e Suellen