Evento Gratuito de Emprego Apoiado no Guarujá

No dia 30 de novembro o ITS BRASIL realizou evento gratuito no Guarujá, com o intuito de informar a população sobre a metodologia do Emprego Apoiado e explicar como funciona o trabalho do Instituto de Tecnologia Social no PRONAS/PcD.

Cerca de 100 pessoas estiveram presentes no encontro que ocorreu no Auditório da UNAERP. Dentre os participantes estavam pessoas com deficiência, palestrantes, representantes da prefeitura do Guarujá, representantes da UNAERP, representantes de empresas e a equipe do  Instituto de Tecnologia Social ITS BRASIL, que organizou as atividades.

A mesa de abertura foi composta pela Secretária Municipal de Relações Sociais Thais Margarido, representando o Prefeito Municipal de Guarujá.  Fabiana Godinho Costa, representando a Secretaria Municipal de Saúde de Guarujá e Maria Vilma Roberto, conselheira do ITS BRASIL.

Na sequência, os presentes assistiram a apresentação de dança dos alunos da ETEC, que de forma lúdica abordou a necessidade de inclusão da pessoa com deficiência.

Após a apresentação de dança, o coordenador do Projeto PRONAS/PcD do Guarujá e Cubatão, Marcos falou sobre o objetivo do encontro e como funciona o trabalho do ITS BRASIL. Além disso, foram apresentadas as etapas da metodologia e alguns atendidos pelo projeto, juntamente com representantes das empresas em que trabalham e os técnicos de emprego apoiado do ITS BRASIL, foram  convidados a relatar brevemente esta experiência. Foram apresentados 05 casos diferentes, trazendo a realidade de pessoas com deficiência,  todos mostraram a importância do apoio no emprego e a mudança na qualidade de vida dos atendidos.

O evento também contou com duas palestras, a primeira sobre o Sistema Único de Assistência Social, o Benefício de Prestação Continuada e o Trabalho, com Marcia Barros, representante do SUAS. A segunda palestra foi conduzida pela Dra. Sônia Regina, representante OAB Guarujá e atuante no Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Guarujá, que abordou a Lei de Cotas e a Lei Brasileira de Inclusão. Todas as falas foram interpretadas em LIBRAS, pela intérprete voluntária Rose.

No encerramento do evento, foram sorteados brindes oferecidos por empresas parceiras. Os convidados também tiveram a oportunidade de conversar com a Equipe do ITS BRASIL para esclarecer suas dúvidas sobre o projeto do PRONAS/PcD.

O encontro foi fundamental para a articulação do Projeto PRONAS/PcD na baixada santista. Através da mobilização de pessoas com deficiência, entidades não governamentais, empresas e poder público podemos construir um mercado de trabalho mais inclusivo.

Confira alguma fotos do evento:

Próximos Eventos
Em 2019 a cidade de Cubatão será sede de um novo encontro gratuito sobre Emprego Apoiado. Fique de olho no nosso site para mais informações.

Contato ITS BRASIL

  • Guarujá

Avenida Adhemar de Barros, 2131, sala 312, Jardim Santo Antonio – Guarujá Telefone (13) 3326-5724 / 3326-5722  

  • Cubatão

Avenida nove de abril, 2166, sala 23 – Galeria Angelina, Centro – Cubatão Telefone (13) 3323-5013


Prefeito de São Paulo visita Fab Lab LIVRE SP

O Prefeito de São Paulo, Bruno Covas, visitou o Fab Lab LIVRE SP unidade Centro Cultural da Juventude e conheceu um pouco mais sobre a cultura maker e os benefícios dessa política pública para toda a população da cidade de São Paulo.

Confira como foi a visita no vídeo a seguir

Bruno Covas conheceu o maquinário do local e um dos principais projetos criados pela Rede – o mobiliário feito para o CCJ, em parceria com o Instituto Federal de São Paulo – IFSP. O prefeito acompanhou algumas atividades realizadas no laboratório, como uma oficina de marcenaria, e falou sobre a importância do FAB LAB LIVRE SP para o desenvolvimento social e tecnológico. O evento contou também com a presença de Daniel Annenberg, Secretário Municipal de Inovação e Tecnologia de São Paulo, e do professor Felipe Mujica, do IFSP.

Subprefeituras envolvidas: Casa Verde/Cachoeirinha.
Secretarias envolvidas: SMIT, Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPED), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE), Secretaria Municipal de Cultura (SMC), Secretaria Municipal de Subprefeituras e SPturis.

Saiba mais sobre a rede Fab Lab LIVRE SP, uma parceria entre a Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia da Prefeitura Municipal de São Paulo e o Instituto de Tecnologia Social – ITS BRASIL.

Dia Internacional da Pessoa com Deficiência – 03 de Dezembro

No dia 03 de dezembro é celebrado o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, em comemoração a esta data, convidamos Vilma Roberto, deficiente visual, jornalista, coordenadora do Projeto de Emprego e Suplente do Conselho Deliberativo do Instituto de Tecnologia Social – ITS BRASIL para falar um pouco sobre a importância da data no calendário internacional, bem como do papel do ITS BRASIL na luta as pessoas com deficiência.

Qual a importância do dia de hoje, no âmbito nacional e internacional?

Nesta data as pessoas com deficiência podem comemorar muitas conquistas sociais, econômicas e políticas que aconteceram tanto no Brasil quanto em outros países. Mas também devemos lembrar que a luta precisa continuar, pois nem todas as pessoas com deficiência ainda são atendidas pelas políticas públicas que devem estar disponíveis para qualquer cidadão.

A organização mundial da saúde aponta que de 10 a 12% da população mundial possui algum tipo de deficiência e que 80% desse contingente ainda está na linha da pobreza, ou seja, sem ser atendido em suas necessidades. Isso reforça que a luta deve sempre continuar.

Como o ITS BRASIL contribui com a luta da pessoa com deficiência?

Ao longo dos quase 20 anos de vida do ITS BRASIL o Instituto vem disseminando conhecimento sobre o tema deficiência, tecnologia assistiva e emprego apoiado, que são reconhecidos como tecnologias sociais.

Através de  pesquisas, publicações, eventos e projetos desenvolvidos, o ITS BRASIL  visa atender as pessoas com deficiência na eliminação de barreiras no mercado de trabalho e na sua inclusão e participação social.  

Hoje o Instituto de Tecnologia Social vem tendo um destaque no cenário nacional na inclusão do mercado de trabalho com o desenvolvimento de projetos PRONAS/PcD  nos municípios de São Paulo, Santo André, São Bernardo, Mauá, Cubatão e Guarujá.

O diferencial da metodologia de Emprego Apoiado vem demonstrando as empresas o quanto é possível a inclusão laboral de pessoas com todos os tipos de deficiência.


Quais os resultados alcançados com o trabalho do Instituto de Tecnologia Social ITS BRASIL?

Por meio da execução do Projeto PRONAS/Pcd, desde 2015, já alcançamos a marca de mais de 1000 pessoas, com todos os tipos de deficiência, sendo inseridas nos mais diversos cargos e funções do mercado formal de trabalho.

Podemos observar também que a qualidade de vida dessas pessoas e suas famílias estão sendo impactadas de forma positiva. Pois quando estas pessoas estão inseridas no mercado de trabalho elas deixam de frequentar as unidades de saúde da rede pública.

Tendo em vista que a metodologia prevê o acompanhamento das pessoas com deficiência, antes durante e depois da contratação pela empresa, é possível afirmar que a retenção dessas pessoas no mercado de trabalho é grande, uma vez que quando uma pessoa com deficiência é bem acolhida pela equipe em que trabalha e está bem adequada às funções que irá desenvolver, inclusive com tecnologias assistivas disponibilizadas, ela se mantém por mais tempo no emprego.

Como pessoas com deficiência podem participar dos Projetos de Emprego Apoiado do ITS BRASIL?

Qualquer pessoa que tenha deficiência e esteja procurando emprego pode participar dos nossos projetos, desenvolvidos nas cidades de Santo André, São Bernardo, Mauá, Cubatão e Guarujá.

O projeto atende pessoas com todos os tipos de deficiência e não é necessário ter nenhuma formação específica.

A pessoa interessada será atendida por um técnico de emprego apoiado (profissional formado pelo ITS BRASIL) dentro das etapas da metodologia, que consistem em levantamento de perfil vocacional e profissional, busca de emprego que esteja compatível com suas habilidade, processo admissional e acompanhamento no posto de trabalho.

Fab Lab LIVRE SP participa de Congresso Internacional

O projeto Utensílios Acessíveis desenvolvido na unidade do Fab Lab LIVRE SP Três Pontes foi um dos 37 projetos selecionados para participar do  XXII Congresso da Sociedade Iberoamericana de Gráficos Digitais, durante a exposição Homo Faber 2.0 que enfoca a Política Digital na América Latina, compondo a temática central Tecnopolítica.

Os projetos selecionados vieram de nove países diferentes da América do Sul e Central e foram divididos em três categorias:

– 12 projetos relacionados a processos de colaboração de projeto para mudanças na sociedade com atividades voltadas para os cidadãos em particular e estratégias de subversão no uso de tecnologias digitais.

– 19 projetos relacionados a processos e protótipos de pesquisa conceitual utilizando experimentação formal e material, bem como o desenvolvimento tecnológico de novas técnicas e produtos.

– 6 projetos relacionados ao hibridismo artesanal-digital / novas artesanias / identidade cultural que promovem o uso misto de técnicas artesanais e digitais para a criação de artefatos.

O Projeto apresentado pelo Fab Lab LIVRE SP foi desenvolvido pela frequentadora Amélia, que devido a um acidente perdeu os movimentos do braço esquerdo. Através dos cursos e equipamentos disponíveis no Fab Lab, Amélia pode criar ferramentas que solucionavam necessidades do seu dia a dia. Confira a história completa no vídeo abaixo:


De acordo com o site do Congresso: Os processos investigados e os artefatos resultantes demonstram um avanço na complexidade das propostas, escala de fabricação, soluções técnicas e materialidades. Os projetos estão amplamente ligados à cultura local, reconhecida como fonte de inspiração geradora de significado para o fluxo de design e montagem. Os laboratórios surgem com propostas cada vez mais associadas a problemas locais, passando de experiências referenciadas ao hemisfério norte a outras que buscam em sua própria realidade e comunidade uma conexão que valorize sua identidade.

O Fab Lab LIVRE SP está repleto de histórias como a da Amália, onde a fabricação digital transforma a vida de frequentadores, trazendo qualidade de vida. Você também pode desenvolver um projeto inovador nos laboratórios digitais da rede pública.

Saiba mais sobre a rede Fab Lab LIVRE SP, uma parceria entre a Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia da Prefeitura Municipal de São Paulo e o Instituto de Tecnologia Social – ITS BRASIL.

Fonte: Sigradi 2018 

ITS BRASIL participa do ContrataSP – Pessoa com Deficiência

A Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPED) e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE), em parceria com as Secretaria Municipal de Cultura (SMC), e as Subprefeituras da Freguesia/Brasilândia e Casa Verde/Cachoeirinha, organizaram no dia 13 de novembro, a 5ª edição do ContrataSP – Pessoa com Deficiência.

As Técnicas Ana Carolina Guanabara e Bianca Novo marcaram presença no evento representando o ITS BRASIL. Quem passou pelo ContrataSP teve a oportunidade de conhecer a metodologia do Emprego Apoiado e o Projeto desenvolvido pelo Instituto de Tecnologia Social, em parceria com o Pronas/PcD do Ministério da Saúde e subsidiado pelo setor privado. O Projeto não tem custo para as pessoas com deficiência e nem para as empresas parceiras.

Foto onde a Técnica em Emprego Apoiado Ana Carolina está atendendo duas mulheres. As mulheres estão de costas para a câmera. Todas estão sentadas e ao lado da mesa tem um banner explicando a metodologia do Emprego Apoiado.
Técnica em Emprego Apoiado Ana Carolina fazendo atendimento durante o ContrataSP.

Outras instituições do terceiro setor também participaram do evento orientando o público sobre benefícios previdenciários, elaboração de currículos, direitos e deveres da população com deficiência, entre outros assuntos. Além delas, estavam presentes também mais de 40 empresas, como: Ambev, Coca-Cola, Latam, Via Varejo, Burger King, Raia Drogasil, Sonda Supermercados, Carrefour, CIEE, e Makro.

O evento, que já aconteceu em outras regiões da cidade, recebeu mais  de 1000 pessoas com todos os tipos de deficiência. Este tipo de iniciativa é de suma importância para movimentar o mercado formal de trabalho para pessoas com deficiência. Ele também auxilia na orientação do público e nas relações entre o terceiro setor, poder público, empresas e pessoas com deficiência.

Leia também nosso artigo sobre como a metodologia do Emprego Apoiado e qualidade de vida.

Selo Municipal de Direitos Humanos e Diversidade é entregue ao ITS BRASIL

O ITS BRASIL, com o projeto Capacitação e Treinamento de Emprego Apoiado para inserção da pessoa com deficiência no mercado de trabalho competitivo no município de São Paulo, recebeu o  1 º Selo Municipal de Direitos Humanos e Diversidade concedido pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania .

O Selo tem o intuito de reconhecer iniciativas de diversidade, inclusão e promoção de direitos humanos implementadas por organizações públicas e privadas da cidade de São Paulo.

De acordo com a secretária adjunta de Direitos Humanos e Cidadania, Marisa Fortunato,  este “é um projeto estratégico e prioritário para a Prefeitura”, fazendo parte da meta de número 22 do Plano de Metas da Prefeitura Municipal de São Paulo, que tem o objetivo de  destacar iniciativas de inclusão e promoção da diversidade no ambiente de trabalho na cidade de São Paulo. 

Para contemplar as especificidades de cada grupo social em situação de vulnerabilidade, o selo foi dividido em 10 categorias: crianças e adolescentes, idosos, igualdade racial, imigrantes, LGBTI, juventude, pessoas em situação de rua, pessoas privadas de liberdade e egressas, mulheres e pessoas com deficiência. O selo concedido ao ITS BRASIL se enquadra na última categoria por ser uma iniciativa voltada “à defesa e à promoção dos direitos das pessoas com deficiência. Projetos relacionados ao exercício de cidadania e à inclusão de pessoas com deficiência – seja ela física, intelectual, auditiva, visual e múltipla“. 

Além da distribuição dos certificados, o Selo Municipal de Direitos Humanos e Diversidade também tem o intuito de criar uma Rede de Acompanhamento, ou seja,  “um espaço de compartilhamento de experiências e boas práticas, bem como de aproximação com as políticas da Prefeitura direcionadas aos grupos sociais de maior situação de vulnerabilidade”. A interação entre iniciativas públicas e privadas traz um grande diferencial para a Rede, capaz de potencializar os projetos realizados em cada uma das organizações.

A entrega do Selo Municipal de Direitos Humanos e Diversidade

Os certificados dos Selos foram entregues às organizações contempladas em uma cerimônia realizada no dia 05 de novembro pela Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania. Estavam presentes 35 de empresas privadas, 15 de organizações sociais e 5 órgãos públicos, responsáveis pelos 55 projetos premiados.

O evento contou com mesa de abertura, distribuição de material explicativo sobre o Selo, breve apresentação sobre os projetos premiados, workshop e cerimônia de premiação. O workshop teve o intuito de unir as iniciativas presentes para discutir as boas práticas em cada uma das categorias, bem como, iniciar o trabalho da Rede de Acompanhamento.

Durante a cerimônia os colaboradores Maria Aparecida Souza e Aquiles Silva estiveram presentes representando o ITS BRASIL.

Maria Aparecida e Aquiles estão segurando o certificado do Selo e um troféu. Ao fundo está um banner com brasão da prefeitura e o logo do Selo. Fim da descrição.

Fonte: Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania

Enem 2018 e Acessibilidade

Compartilhamos aqui a carta aberta de uma mãe ao Inep e ao Ministério da Educação sobre o ENEM 2018. O ITS BRASIL se solidariza com essa situação e estimula, apoia e solicita que sempre seja respeitado o direito da  garantia de acessibilidade às pessoas com deficiência.

Carta de uma mãe ao Inep e ao Ministério da Educação

Enquanto escrevo esse documento, minha filha de 16 anos, estudante com deficiência visual, realiza a prova do ENEM 2018.
Na noite anterior, o Ministro da educação comemora 20 anos de realização da prova pelo Inep e ressalta as condições de acessibilidade da mesma. E eu indignada assisto seu pronunciamento enquanto vejo minha filha colocar na sua mochila não o seu computador para realizar a prova, mas pasmem!, uma máquina de escrever em braille!
Em pleno século 21, para o ENEM 2018, aos alunos cegos é permitido: um ledor para as provas e um transcritor de suas respostas. A prova de redação? Redigirão em braile e depois irão ditá-las ao transcritor.
O que será que fariam os estudantes que enxergam e suas famílias, se no edital do Inep para o ENEM fossem proibidos de usar lápis, canetas, e a leitura em tinta?, Se de repente lhe fossem negados os recursos com os quais se habituaram durante toda a vida escolar?
Será que haveria uma grande repercussão na mídia? Será que manifestações na porta das escolas impediriam a entrada dos alunos que aceitassem essa situação? Provavelmente sim!
E o que podem fazer estudantes com deficiência visual e suas famílias diante da recusa do Inep em aceitar que utilizem o computador com o qual estudam, assistem aulas e realizam provas em seu dia a dia escolar?
O que fazer diante dessa flagrante discriminação com esse grupo de estudantes?
Discriminação sim porque o termo por definição representa toda restrição com efeito prejudicial e a Lei é muito específica, discriminar significa “… a recusa de adaptações e de fornecimento de tecnologias assistivas.” E é claro que o prejuízo é retirar desses alunos a sua capacidade de concorrer em condições de igualdade.
Experimentem responder provas cansativas, com toda ansiedade envolvida no contexto, com alguém lendo essas questões, são sotaques, pronúncias, entonação, tudo isso precisa ser assimilado de imediato, existe um relacionamento que precisa ser estabelecido ali na hora com um desconhecido, uma confiança que precisa ser conquistada.
Acharam complicado, não? E a A prova de redação? terá que ser ditada. E se o transcritor escrever uma palavra errada? Sucessão? Dois S? Ç? Obstáculo? b mudo?Bom, ” a prova será ditada!!! ” isto está escrito no cartão de identificação!
Quer dizer que o transcritor sequer terá domínio da escrita braile!?!?

Tudo isso faz parte do universo de preocupação do estudante cego, o que por si só já o coloca em desvantagem, pois enquanto isso, os seus pares estão preocupados apenas em estudar matemática, física, química, ou com o tema da redação.
Então é por esse direito, vejam bem, direito e não privilégio, que em nome desses estudantes e de suas famílias que peço a vocês, cidadãos de bem desse país, que realmente acreditam que só vamos melhorar como nação quando aprendermos que lei é para ser cumprida e não escrita e aprovada apenas. É para voces que peço, divulguem, tornem esse fato de conhecimento do maior número possível de pessoas para que promotores e juízes, façam a intervenção necessária e exijam que o Inep se ajuste a Lei e evitem que estudantes com deficiência visual precisem retroceder em vez de avançar em suas conquistas e principalmente para que esses alunos possam de fato estar na competição em condições de igualdade.
Lei Brasileira de Inclusão: ” Art. 4o Toda pessoa com deficiência tem direito à igualdade de oportunidades com as demais pessoas e não sofrerá nenhuma espécie de discriminação.”

Rosangela Gera, médica, Colatina ES

Semana Senac de Inclusão e Diversidade em Botucatu

Em outubro o ITS BRASIL participou, a convite do Senac Botucatu, da Semana Senac de Inclusão e Diversidade.

A Coordenadora de Emprego Apoiado do ITS BRASIL, Iraselma Santos, foi ao evento representando o Instituto e participou da Mesa Redonda sobre Empregabilidade da Pessoa com Deficiência e Emprego Apoiado.

O ITS BRASIL tem um extenso repertório prático e teórico sobre questões das pessoas com deficiência, tecnologia assistiva e  Emprego Apoiado. Nesta trajetória, diversos livros, manuais e artigos foram publicados sobre a temática e mais de 900 pessoas com deficiência já foram inseridas no mercado de trabalho através dos projetos de Emprego Apoiado (PRONAS) desenvolvidos pelo Instituto de Tecnologia Social.

Durante a Mesa Redonda foi compartilhado com alunos, professores e representantes de empresas que estavam presentes, como funciona a metodologia do Emprego Apoiado na prática: como lidar com as empresas, inserções, possíveis dificuldades do dia a dia, principalmente como lidar com empregabilidade a pessoas com deficiência intelectual e apresentação de alguns casos de sucesso do ITS BRASIL.

Duas fotos, uma seguida de outra na vertical. A primeira mostra Iraselma  a frente de uma projeção onde se lê "Projeto Emprego Apoiado", a frente dela duas fileiras de cadeiras vermelhas, com pessoas sentadas. A segunda foto foi tirada no fundo da sala e mostra várias fileiras de cadeira vermelha com pessoas sentadas e ao fundo Iraselma a frente da projeção. Fim da descrição.
Fotos de Iraselma Santos participando da Semana Senac de Inclusão e Diversidade, conversando sobre a metodologia de Emprego Apoiado.

Nas palavras de Juliana Oliveira, uma das organizadores do evento e colaboradora do Senac Botucatu, os  cases de sucesso levados pelo ITS BRASIL ilustraram e reforçaram a efetividade do Emprego Apoiado, ainda pouco conhecido em Botucatu, e completou “foi muito importante esse pontapé inicial, pois acreditamos que ainda reuniremos forças para implantar esse trabalho na nossa cidade”.



Cultura Maker e Acessibilidade andam juntas

A Cultura Maker é uma extensão tecnológica da cultura Faça-Você-Mesmo ou, em inglês, Do-It-Yourself. É uma cultura que valoriza a autonomia, a criatividade e a colaboração, empoderando as pessoas para que se tornem protagonistas em processos de criação e inovação que solucionem suas demandas individuais ou coletivas.

Através de todos os equipamentos e tecnologias disponíveis (e cada vez mais avançadas), a cultura do “faça você mesmo” promove a ideia de que todas as pessoas, podem ser inventoras, criadoras ou fazedorasmakers – e podem construir, consertar, modificar e fabricar os mais diversos tipos de objetos e projetos respondendo às suas vontades, demandas e necessidades.

O movimento maker está reunindo estes criadores e crescendo em todo o mundo com cada vez mais espaços com diferentes finalidades mas dedicados a materializar a cultura maker.

Em São Paulo, a rede Fab Lab LIVRE SP, ajuda a difundir essa cultura e exerce um importante papel de inclusão, já que traz à população da capital a possibilidade de aprender, projetar e  produzir diversos tipos de objetos, e em diferentes escalas, de forma totalmente gratuita.

Os laboratórios da rede Fab Lab LIVRE SP  tem um papel importante na democratização dos espaços públicos e são dedicados à inovação e  educação. Além das oficinas, cursos, palestras e agendamento livre, também é possível realizar visitas técnicas para conhecer melhor os equipamentos e o funcionamento do espaço.

Foi neste contexto que 40 pessoas com deficiência, atendidas pelo CIEJA – Centro Integrado de Educação de Jovens e Adultos visitaram o Fab Lab LIVRE SP Itaquera. A turma foi divida, metade das pessoas tiveram atividades na parte da manhã e a outra metade no período da tarde.

O objetivo da visita foi apresentar o laboratório, explicar as possibilidades que ele oferece e colocar a mão na massa, realizando algumas atividades práticas. A primeira atividade foi a confecção de gravações com o rosto dos alunos, utilizando a máquina de corte a  laser. Cada participante pode levar a ilustração para pintar, posteriormente, em sala de aula. Os alunos também pintaram  porta-copos, confeccionarem filtro dos sonhos e imprimiram um desenho no formato de quebra cabeça.

Além de abordar diálogos sobre a cultura maker e tecnologia, também foi apresentado aos visitantes a metodologia do Emprego Apoiado, uma tecnologia assistiva que apoia pessoas com deficiência na inserção no mercado de trabalho.

As atividades realizadas durante uma visita ao Fab Lab LIVRE SP são diversas e qualquer pessoa ou instituição pode entrar em contato para agendar uma visita técnica ao espaço.

Veja algumas fotos da visita técnica do CIEJA no Fab Lab LIVRE SP – Itaquera.

Montagem com 5 fotos da visita técnica do CEFAI no FAB LAB

Assembleia Geral Extraordinária – ITS BRASIL

No dia 20 de outubro, sábado, foi realizada Assembleia Geral Extraordinária do ITS BRASIL. Esta reunião tem o intuito de reunir conselheiros e equipe do Instituto de Tecnologia Social para compartilhar as experiências e resultados dos projetos que estão sendo desenvolvidos e as perspectivas de futuro.

 De acordo com a legislação que regulamenta as Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) é obrigatório a composição de um conselho fiscal. No ITS BRASIL o mesmo é eleito a cada dois anos e se reúne anualmente para prestação de contas, na reunião ordinária.

Além da reunião ordinária o Instituo de Tecnologia Social também realizada uma assembleia extraordinária para acompanhamento das atividades desenvolvidas. Todos esses detalhes podem ser conferidos no Estatuto Social do ITS BRASIL.

Conheça o Conselho do ITS BRASIL

MEMBROS TITULARES DO CONSELHO DELIBERATIVO

Pasqualina Jacomaci Sinhoretto – Presidente do Conselho Deliberativo
José Ozias Siqueira – 1º Vice-presidente
Marisa Gazoti Cavalcante de Lima – 2º Vice-Presidente
Alcely Strutz Barroso – Conselheira
Carmen Lucia Albuquerque de Santana – Conselheira

MEMBROS SUPLENTES

Maria Lucia Barros de Arruda – Suplente
Maria Vilma Roberto – Suplente

​MEMBROS TITULARES DO CONSELHO FISCAL

Alfredo de Souza – Conselheiro
Victor Myke de Oliveira – Conselheiro
Uraci Cavalcante de Lima – Conselheiro

​MEMBROS SUPLENTES

Emilia Guan – Suplente
Helenice Lopes Fraga do Amaral – Suplente
Samuel Paixão Oliveira – Suplente