Foto de uma mesa de produção da oficina de moldagem. Há 7 pessoas no entorno e a mesa está na parte descoberta do CEU Heliópolis, com o prédio do CEU e o dia ensolarado ao fundo.

Cimentícios Heliópolis

Neste dia 06 de setembro de 2017 foi realizada a primeira oficina de formação técnica com o grupo que está sendo sensibilizado e envolvido no projeto Cimentícios Heliópolis no espaço do CEU Heliópolis.

O empreendimento faz parte do projeto de Inclusão Produtiva para pessoas em situação de vulnerabilidade social, muitas das quais fizeram ou fazem uso abusivo de substancias psicoativas. As pessoas envolvidas neste projeto são moradoras da comunidade do Helipa e algumas estão hospedadas no Hotel Social do antigo DBA que está localizado na região.

A proposta foi criada a partir de articulação e parceria entre o ITS Brasil, o Projeto Crescimento da Escola Politécnica da  USP, a UNAS – Associação de Moradores do Heliópolis, O Centro de Educação Unificado de Heliópolis- CEU Heliópolis, o Fab Lab Livre SP e o arquiteto Ruy Ohtake.

O ITS BRASIL assumiu a tarefa de fazer a coordenação executiva do projeto, auxiliar na mobilização comunitária para constituição do grupo, a  incubação, no que diz respeito à gestão do negócio e a viabilidade associativa do grupo, além da formação em temas ligados a cidadania e ao mundo do trabalho.

O projeto Crescimento da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo assumiu a formação e acompanhamento técnico para a produção, o fornecimento de insumos necessários para a produção, a comercialização dos produtos por meio de seus parceiros e site, além do auxilio técnico na construção da lista de equipamentos necessários ao empreendimento.

A UNAS realizará as formações cidadãs e em economia solidária em conjunto com o ITS BRASIL e a mobilização comunitária para a constituição do grupo.

O CEU Heliópolis auxiliará na mobilização comunitária, na formação para a cidadania  e disponibilizará dois espaços na sua estrutura pelo período de onze meses, um para estoque de insumos e peças produzidas e outro para produção.

O Fab Lab Livre SP auxiliará na formação técnica para produção e disponibilizará seus laboratórios para a construção de formas, moldes e outros artigos necessários para a produção.

O arquiteto Ruy Ohtake desenvolverá o design de uma linha de produtos para o empreendimento, disponibilizará também o projeto de algumas peças da sua coleção e auxiliará na articulação com espaços para comercialização dos produtos.

Até o momento, foram realizadas três reuniões de articulação e planejamento na Poli USP, na UNAS e no CEU Heliópolis. A primeira reunião de sensibilização para o publico alvo do projeto Cimentícios Heliópolis ocorreu no dia 31 de agosto e a primeira oficina de formação técnica com o grupo no dia 06 de setembro.

Veja algumas fotos da sensibilização e da oficina:

 Foto mostra uma roda de mais de 40 pessoas em uma sala fechada durante a atividade de sensibilização.

Foto de um folheto explicando a oficina do dia 6 de setembro, explicando a atividade de moldagem de componentes cimentícios e a divisão de mesas para produção de 4 tipos de peças diferentes: revestimento, vasos, peça especial e moldagem livre.Foto mostra o conjunto de pessoas que trabalham com a mistura de cimento em duas mesas grandes.Foto mostra senhor despejando a mistura de cimento em forma de plástico junto a outras pessoas que participam do processo.Foto mostra conjunto de pessoas trabalhando com mistura de cimento e formas em mesa localizada no espaço do CEU. Foto de uma mesa de produção da oficina de moldagem. Há 7 pessoas no entorno e a mesa está na parte descoberta do CEU Heliópolis, com o prédio do CEU e o dia ensolarado ao fundo.Foto de um vaso de cimento feito por moldagem.

Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *